Publicações Pão Diário

Sem itens

(0) itens

Quando a ira arde - 5 unidades

Disponibilidade: Em estoque

R$10,00

Eram 5:05 horas da manhã. Angela acordou com o choro de seu bebê. Era a quinta vez naquela noite. Ela não sabia que poderia se sentir tão cansada. As cólicas eram algo que Angela não havia planejado quando deu à luz a Cory, quatro meses atrás. Ela estava ansiando por uma noite tranqüila de sono. Mas isto parecia ser apenas um sonho ilusório. O seu esposo Bill estava trabalhando durante o terceiro turno. Ela estava sozinha.

Quando Angela se arrastou para fora da cama e se dirigia na direção da qual vinha o choro, ela não se sentiu apenas cansada mas também irritada com o seu filho. “Por que isto está acontecendo comigo? Eu não pedi por isto. Tudo o que eu quero é uma boa noite de sono. Será que isto é pedir demais?” Não importava o quão carinhosa ela procurasse ser, todos os seus esforços para acalmar o seu filho eram inúteis. O choro de Cory se intensificava. A irritação de Angela aumentava. “Tu não tens o direito de destruir a minha vida, roubando constantemente o meusono, noite após noite! Cale a boca!” ela gritou, ao mesmo tempo que sacudia o seu filho. A sua ação a assustou, e a Cory também. Naquele momento, ela compreendeu quão fácil seria maltratar…

Quantidade:

Eram 5:05 horas da manhã. Angela acordou com o choro de seu bebê. Era a quinta vez naquela noite. Ela não sabia que poderia se sentir tão cansada. As cólicas eram algo que Angela não havia planejado quando deu à luz a Cory, quatro meses atrás. Ela estava ansiando por uma noite tranqüila de sono. Mas isto parecia ser apenas um sonho ilusório. O seu esposo Bill estava trabalhando durante o terceiro turno. Ela estava sozinha.

Quando Angela se arrastou para fora da cama e se dirigia na direção da qual vinha o choro, ela não se sentiu apenas cansada mas também irritada com o seu filho. “Por que isto está acontecendo comigo? Eu não pedi por isto. Tudo o que eu quero é uma boa noite de sono. Será que isto é pedir demais?” Não importava o quão carinhosa ela procurasse ser, todos os seus esforços para acalmar o seu filho eram inúteis. O choro de Cory se intensificava. A irritação de Angela aumentava. “Tu não tens o direito de destruir a minha vida, roubando constantemente o meusono, noite após noite! Cale a boca!” ela gritou, ao mesmo tempo que sacudia o seu filho. A sua ação a assustou, e a Cory também. Naquele momento, ela compreendeu quão fácil seria maltratar…

Tags do Produto

Use espaços para separar rótulos. Use aspas simples (') para frases.

Write your own review

Author/Artist Não
Número de páginas 32
Color Não
Comprimento (cm) 10
Altura (cm) 15